Callink desenvolve planejamento estratégico para próximos cinco anos, com envolvimento de toda equipe

Callink desenvolve planejamento estratégico para próximos cinco anos, com envolvimento de toda equipe

Uma nova década se inicia com a chegada de 2020 e, atenta aos desafios e transformações contínuos, a Callink inovou na sua forma de fazer o tradicional planejamento estratégico, promovendo uma ação mais ampliada com a participação de toda equipe em palestras, treinamentos, workshops e reflexões sobre o que vem para os próximos cinco anos. Até dezembro serão realizadas dezenas de ações com foco nos desafios do mercado e dos negócios.

Esta nova proposta de planejamento, com envolvimento de toda a organização, foi resultado de um trabalho inicial, por meio de reuniões com os principais executivos e lideranças da Callink, em que foram realizadas análises de resultados, perspectivas, cenários do mercado e desafios para os próximos cinco anos. Para conduzir este processo a empresa contratou o consultor Luís Rasquilha, que já atuou como consultor de 10 das empresas mais inovadoras do mundo. CEO da Inova Consulting, da Inova Business School e da Rwear, ele é professor convidado da FIA, autor e coautor de 18 livros técnicos sobre marketing, comunicação, futuro, tendências e inovação.

Dentre as ações realizadas com as equipes estão palestras que levam à reflexão de cenários além do ambiente de trabalho, mas da sociedade de forma ampla. A ideia é que todos estejam sintonizados com as transformações tecnológicas, seus impactos e a necessidade de adequar propósitos e atitudes. No aspecto da empresa, o movimento é no sentido da razão de existir e o que oferecer ao mercado, tendo como referência a visão de satisfazer proativamente todas as necessidades de interação dos clientes da Callink com o mercado. Para treinamentos e workshops foram escolhidos temas para se aprofundar como metodologias ágeis e jornada do cliente, possibilitando aos colaboradores a ampliação dos conhecimentos e formas ainda mais efetivas de conseguir resultados e se adequar às transformações.

A definição de ampliar este planejamento tornando-o uma ação de ‘Declarações estratégicas’ em toda a organização, teve como referência a ideia de convergência, pois está claro que a hora é de movimento, seja interno como externo. Assim, o objetivo é que estejam todos alinhados e caminhando em uma mesma direção, cientes dos desafios e das propostas de transformação do mercado, como explica o CEO da Callink, William Costa Dias. “A Callink tem como propósito a ‘paixão em conectar pessoas e tecnologias’, e entendemos ser essencial estar todos conectados no planejamento para os próximos anos, por isso esta ação ampliada. Desde sua fundação, em 2006, estamos sempre inovando, mas acreditamos que há potencial de ir muito além, como já mostramos neste ano com dezenas de iniciativas. Contratamos esta consultoria com experiência internacional, com o objetivo de ampliar nossa capacidade de ser ainda mais inovadores, dar sequência à nossa transformação digital com uma clara visão de futuro, adequação à uma cultura cada vez mais ágil, de simplicidade na execução e sempre na busca contínua pela excelência”, destacou o CEO.

Neste planejamento para cinco anos também estão sendo definidas novas estratégias de produtos e serviços para o mercado, como destaca o diretor comercial Luciano Silva. “A inovação está no DNA da Callink, tanto que novamente neste ano seguimos sendo reconhecidos por diferenciais em produtos e serviços oferecidos aos nossos clientes e também ao mercado, com mais premiações nacionais e principalmente o encantamento de nossos parceiros. Em um mundo em constante transformação temos que buscar novas inspirações e esta forma de planejamento, com a consultoria e o envolvimento de todos, aumenta esta capacidade que temos de criar e de nos antecipar às necessidades de nossos clientes. Estamos nos alinhando cada vez mais com as tendências globais e fazendo com que todos sejam parte deste processo contínuo de transformações. Vamos iniciar uma nova década com muitas novidades e perspectivas cada vez melhores”, concluiu Luciano Silva.